1-734x526

GISELE & ODLAN

7 de novembro de 2014

Assessoria e Cerimonial Fotografia: Márcio Monteiro

A Gisele é a minha melhor amiga. E eu fiquei duplamente feliz e honrada quando ela falou que eu seria chamada para o micro wedding que ela e o Odlan estavam planejando, não só como convidada, mas como Madrinha e Cerimonialista.

O planejamento de um casamento para menos de 30 pessoas, como foi o deles, é tão ou mais trabalhoso que um casamento para 150. Principalmente pelo fato de que, na maioria das vezes quando os noivos reduzem o tamanho do evento eles querem aumentar a qualidade do mesmo: seja no padrão do buffet, na escolha da bebida a ser servida, na escolha do local da Cerimônia e Recepção, no tempo de duração do evento ou nas lembranças a serem entregues.

Como eu sou apaixonada por detalhes e a busca do encantamento dos convidados, o micro weeding e o mini wedding são as escolhas ideais para que estas duas coisas aconteçam: os noivos podem se dar ao luxo por exemplo, de escrever uma carta para recepcionar cada convidado em seu lugar, como eles fizeram. Você pode fazer uma foto de todos os presentes levantando um brinde. Você consegue reunir todos eles em uma mesa enorme (hoje dita comunitária) e mantê-los conectados uns aos outros durante o decorrer do dia. Todas as fotos passam a ser as oficiais e por isso importantes, afinal, seus convidados serão a sua família e os seus melhores amigos. E com isso, esse momento perde um pouco da pressa que geralmente todos sentem, simplesmente porque não existe hora para ir embora.

A Gisele e o Odlan participaram ativamente de todas as escolhas, e isso é muito gratificante para o Cerimonialista pois fica a certeza de que, ao final, o nosso maior objetivo será conquistado: que o evento tenha a cara e o coração dos noivos.